• Inscreva-se para receber novidades por e-mail:

Energia solar no agronegócio: o que é e como ela ajuda o produtor rural

Intelbras

11 de julho 2022 às 11:07
AgronegócioEnergia Solar

energia solar no agronegócio

A energia solar no agronegócio pode ser extremamente vantajosa para o produtor rural. Fazendas de pequeno a grande porte estão espalhadas por todo o território nacional e as propriedades que têm acesso à rede elétrica gastam muito com a conta de luz por causa de seus processos de produção. Já aquelas cujo local ainda nem têm esse recurso, sentem falta dele.

Sendo assim, torna-se necessária a busca por meios que vão solucionar esses problemas, agregando economia e facilidade na geração de energia. A energia solar é uma das alternativas mais promissoras. Afinal, não é novidade que o uso de soluções tecnológicas no agronegócio proporciona qualidade e segurança com a possibilidade de aumento da produtividade e estímulo ao crescimento.

Quer saber mais sobre as aplicações da energia solar no agronegócio? Continue a leitura!

 

Para que serve a energia solar?

Antes de qualquer coisa, vamos explicar o que é a energia solar. O uso desse tipo de energia é feito a partir da instalação de painéis fotovoltaicos, geralmente em telhados, mas nada impede que sejam usadas estruturas para a fixação no solo.

E são esses painéis, também chamados de módulos fotovoltaicos, que vão transformar a energia solar em energia elétrica, ou seja, irão gerar a tensão elétrica a ser distribuída pela propriedade. Em outras palavras, qualquer equipamento ou estrutura que precise da eletricidade para funcionar, poderá ser alimentado por essa nova fonte de energia, que é limpa, renovável e sustentável.

Com crescimento cada vez mais expressivo desse mercado, o Brasil tem uma grande capacidade de geração visto que possui uma alta incidência de raios solares em todo o território. Além da vantagem ambiental, investir em energia solar também beneficia o bolso, pois garante redução da conta de luz.

De acordo com o Boletim Mensal de Energia publicado pelo MME (Ministério de Minas e Energia), a energia solar teve um crescimento de 60% no último ano. A previsão é que até 2030 corresponda a 17% da matriz energética brasileira. O agronegócio é parte fundamental desse crescimento, como veremos melhor a seguir.

energia-solar-botao-verticais-agro

Energia solar no agronegócio: o panorama brasileiro

Os grandes produtores rurais são figuras importantes no desenvolvimento econômico do país e vem se tornando protagonistas no fomento do mercado fotovoltaico, impulsionando a transição energética.

Desde 2012, os produtores rurais já investiram em torno de R$3,4 bilhões em energia solar com a geração de mais de 21 mil empregos. 

Atualmente,  o Brasil é um dos países com a matriz energética mais renovável do mundo, chegando a ser três vezes superior à média mundial. A energia solar fica atrás apenas das hidrelétricas que representam mais da metade da fonte de energia elétrica do país.

O agronegócio é um dos setores que usufrui dos benefícios da energia solar, contribuindo para a diminuição dos gases do efeito estufa e possibilitando redução no custo dos alimentos produzidos

Diante de toda a demanda para energia elétrica na produção e abastecimento das fazendas, a energia solar no agronegócio é oportuna e oferece maior autonomia energética. Além disso, o investimento em energia solar garante maior segurança energética visto que o custo de manutenção é baixo e representa uma nova fonte de riqueza.

 

Aplicações da energia solar no agronegócio

solar agronegocio

O sistema fotovoltaico pode ser aplicado em dois formatos diferentes: on grid e off grid. No sistema on grid a propriedade deve ter acesso à rede de distribuição pública, uma vez que a produção de energia excedente pelos painéis será entregue à concessionária, que concede créditos ao consumidor por forma de compensação de energia.

Já o sistema off grid é autônomo e precisa do armazenamento em baterias para o fornecimento de energia à noite ou em dias nublados. É ideal para propriedades isoladas que não têm acesso à rede pública de energia. A escolha vai depender das necessidades e possibilidades de cada produtor.

Assista ao vídeo: Energia solar On Grid ou Off Grid: Qual é a diferença?

O agronegócio pode se beneficiar com várias aplicações da energia solar fotovoltaica, conheça alguns exemplos:

Residências e áreas de vivência

Para as casas dos proprietários rurais, a energia solar será útil para proporcionar conforto e economia. Os produtores que possuem mais de uma propriedade na região e usam o sistema on grid, podem dividir os créditos acumulados com a outra residência. Basta que elas sejam cobertas pela mesma distribuidora de energia e a conta de luz esteja registrada no mesmo CPF ou CNPJ.

Agricultura de precisão

A energia solar pode ser útil para fazer o monitoramento e gestão da produção. Com um sistema autônomo de energia elétrica (off grid) é possível alimentar as torres de comunicação, rádios, equipamentos, GPS e o que mais for necessário para acompanhar as regiões trabalhadas.

Bombeamento de água

A água é parte fundamental de qualquer produção agrária. Uma solução viável é utilizar a energia solar para permitir o funcionamento do equipamento. Além das bombas de água para irrigação, ela também pode ser aplicada em motores e cortadores.

Ventilação em aviários e currais

Donos de granjas e rebanhos sabem o quanto a ventilação é fundamental em aviários e currais, principalmente nas épocas de calor. Essa necessidade de climatização constante geralmente consome bastante energia elétrica e por isso, também pode ser alimentada por um sistema de energia solar.

Ordenha e resfriamento de leite

As ordenhadeiras e os tanques de resfriamento também podem funcionar por meio da energia solar. Caso a região tenha muitas oscilações de energia na rede da concessionária o qual o sistema on grid é ligado, também é possível instalar um sistema off grid para que ele abasteça estruturas específicas da propriedade, como um refrigerador.

Cerca elétrica para proteção do rebanho

Outra aplicabilidade da energia solar no agronegócio é a eletrificação das cercas que manejam o gado. Por ser simples e não consumir muita energia, precisa de poucos módulos fotovoltaicos para a função.

Secagem e armazenamento de grãos

Geralmente, os grãos precisam passar por um processo de secagem para maior segurança na hora de armazenar. O processo de secagem feito com maquinário pode ter maior eficiência utilizando a energia solar como fonte de calor. Com isso, o ar das estufas ficam aquecidos e são levados às câmaras de secagem.

Lavouras de café e outros produtos

O aproveitamento da luz solar nas lavouras não é só para o cultivo, mas para geração de energia elétrica. Devido às largas áreas de produto e a alta incidência solar no Brasil, aplicar os sistemas fotovoltaicos nesses espaços é fácil e viável.

Refrigeração de carnes, leites e derivados

Manter os alimentos sob refrigeração é imprescindível para conservar a qualidade dos produtos, o que pode ser feito com uso da luz solar. Além disso, também pode ser útil para a regulagem de temperatura em espaços de criação de vacas leiteiras, suínos e frangos.

Monitoramento e gestão das propriedades

Para os produtores rurais que possuem escritórios e usam a internet para garantir a gestão da propriedade, podem usar a energia elétrica advinda dos sistemas fotovoltaicos. O mesmo vale para quem usa sistemas de segurança e monitoramento.

Leia também: O que é energia solar? Tudo sobre o sistema fotovoltaico

Principais vantagens da solução

Existem diversos fatores que tornam o uso da energia solar no agronegócio um investimento atrativo. O principal deles certamente é a economia de recursos financeiros, mas não é o único.

  • Mais autonomia ao produtor rural

Com um sistema próprio de geração de energia, o produtor ganha mais autonomia e não fica refém das tarifas da concessionária. No modelo off grid, essa autonomia é ainda maior, já que não há ligação com a distribuidora.

  • Retorno sobre o investimento garantido

O retorno do investimento em energia solar ocorre, em média, de 5 a 6 anos, considerando que os módulos fotovoltaicos têm vida útil de 25 anos, o investimento será usufruído por 20 anos.

  • Facilidade de financiamento

Existem várias linhas de crédito subsidiadas pelo governo, além de iniciativas privadas que facilitam o empréstimo para o investimento em energia solar. As parcelas dos financiamentos costumam ser de igual ou menor valor a economia ganha na conta de luz.

  • Instalação e manutenção sem complicações

Os sistemas fotovoltaicos são facilmente instalados por profissionais capacitados que irão desenhar o melhor projeto para a sua necessidade. A manutenção do sistema não é frequente já que as chuvas fazem parte do trabalho de limpeza dos painéis. O indicado é uma limpeza entre 6 meses a 1 ano para evitar danos nas placas.

  • Redução de custo

Já vimos que o investimento de energia solar no agronegócio gera redução de custos e pode fomentar aumento na produtividade e na produção considerando que oferece energia elétrica em áreas que não há acesso da rede pública. Ademais, os painéis solares possuem vida útil longa de 25 anos, além do custo baixo das manutenções que equivalem principalmente à limpeza dos painéis. 

  • Maior competitividade

Suprir a energia elétrica necessária para as atividades rurais é uma das demandas essenciais para o agronegócio, portanto, contar com uma fonte de energia como a energia solar aumenta a competitividade no setor. Pela importância da pauta de sustentabilidade, o uso da energia solar proporciona destaque aos produtores rurais que a utilizam.

 

Energia solar no agronegócio: por onde começar?

Se você deseja implementar a energia solar no agronegócio e usufruir de todas as vantagens que listamos acima é preciso, primeiro, definir o projeto adequado para a sua propriedade. Para tanto, conte com profissionais qualificados que irão determinar o direcionamento adequado para o seu projeto.

É imprescindível contar com fornecedores com reconhecimento no mercado nacional e produtos de qualidade como a Intelbras, que está sempre focada em desenvolver produtos que atendam às demandas do mercado. 

Entre os lançamentos recentes da marca, estão os inversores off-grid Intelbras com foco no agronegócio, equipamentos que utilizam alta tecnologia de segurança para garantir acionamento de irrigações.

Agora que você já compreendeu os benefícios da energia solar no campo, faça uma simulação gratuita para saber como seria instalar seu sistema fotovoltaico. Descubra na hora o investimento aproximado para adquirir o seu sistema e o tempo de retorno. É rápido e muito simples, clique no banner abaixo e confira.

energia-solar-botao-simulador-solar

Post original publicado em 4 de junho de 2021 e atualizado em 11 de julho de 2022

0 Comentários

Deixe um comentário